“explico:” ou observações breves sobre os cavaleiros do zodíaco

2008,abril18,sexta-feira às 3:45PM | Publicado em 2º caderno | 1 Comentário
Tags: , , , , , , , , , , , , ,

O Seiya enfrentou um cavaleiro que tinha um machado e era muito maior que ele, era parecido com ou o próprio Thor, na saga de Asgard, na qual os Cavaleiros de Odin (dentre os quais se encontra Siegfried, um dos guardiões mais afudês, junto a Cisne, Fênix e quase todos de ouro) estavam sob o domínio maléfico de Poseidon, e a Saori teve de tentar manter o gelo congelado com sua cosmo energia para que ele não derretesse e devastasse o planeta, posto que a responsável pela tarefa, Hilda (que segurava o gelo à base de oração (sim, eu também acho prudente os cientistas investigarem a hipótese de ela ter se convertido ateísta como causa fundamental do descongelamento vindouro), estava também sob as más influências do patrão dos oceanos). Para variar, o Seiya levava uma coça até perto de acabar o capítulo e no seguinte (ou no final do mesmo, não me recordo) resolve vencer. Mas desta vez não invocou a inspiração do sétimo sentido (que era um estágio sumaríssimo na categoria peso-pesado, ou seja, ouro), nem chamou o Ikki como o fazia sempre Shun, tampouco se fingiu de morto e voltou do inferno, da cegueira, dum golpe que mandava para uma viagem em outra dimensão ou qualquer outro problema medonho que sempre acometiam o Shiryu (que só se fodia, mas sempre voltava com grande importância e era um exemplo para o grupo – tipo o Ronaldo na copa de 2006). Bem, dessa vez não me lembro se foi após algum golpe do Seiya ou o que, sei que o gigante deu tipo uma tropeçada (melhor: não um tropeço, mas uma desequilibrada), donde que deu aquele efeito sonoro característico dos animes, análogo ao de uma lâmina, a imagem em zoom rápido encontrou os grandes e marrons olhos de Seiya, saíram hachuras deste olhar e ele mandou seu meteoro de pégaso finalizando o oponente.

A coisa da moça foi escrita há um (ou muito/ relativo – mais p/ muito) tempo atrás.

Vejam vocês a minha malandragem à época, posto ter escrito meteoro, mas não de socos. Vejam como eu era malandrão! =B

Anúncios

1 Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. […] Explico. […]


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: